Comunidade » Associação de Estudantes


A Associação de Estudantes da EFTA, Escola de Formação Profissional em Turismo de Aveiro, foi eleita no dia 2 de Novembro de 2010. A nossa campanha consistiu, apenas, em actividades de enriquecimento curricular. A nossa primeira iniciativa foi entrar em contacto com o Professor Doutor Carlos Costa da Universidade de Aveiro para a realização de uma palestra na sessão solene de abertura do ano lectivo 2010/2011.

De seguida, achámos por bem proporcionar à comunidade escolar da EFTA um seminário que consistia em abordar a crise designadamente na vertente de agências de viagens, cozinha e hotelaria.

No debate moderado pela Coordenadora Pedagógica da Escola, Doutora Catarina Silva, apresentamos o nosso plano de negócios, o orçamento provisional onde explicámos em detalhe todos os nossos objectivos.

Achámos por bem legalizar a nossa Associação de Estudantes e fomos surpreendidos, ao ter conhecimento de que esta era a primeira AE legalizada na região de Aveiro, após a entrada em vigor da nova legislação.

Realizamos no passado dia 28 de Abril uma actividade de enriquecimento curricular, apresentação/ debate "À conversa sobre o 25 de Abri de 74" que se realizou no auditório do IPJ em Aveiro.

A apresentação/debate contou com a participação de dois oradores, ambos envolvidos na preparação deste audacioso golpe de estado, Coronel Marquês Lopes e Senhor Manuel Pedro, sendo a moderação entregue à coordenadora dos cursos profissionais Ana Mateus.

Este evento foi destinado á comunidade escolar da EFTA e respectivos convidados.

Desta forma, para melhor expor as nossas intenções enquanto alunos e futuros profissionais deste país, expomos, alguns dos nossos objectivos, nomeadamente:

1. Equipar a EFTA de meios necessários para o bom desempenho da actividade associativa;
2. Apoiar as actividades desenvolvidas pelos cursos;
3. Manter e participar activamente em questões relacionadas com a política educativa da escola e do país;
4. Lutar incansavelmente pelos interesses dos alunos;
5. Angariar bens para doar a instituições: Roupa, livros, brinquedos, entre outras coisas;
6. Criação de uma biblioteca escolar, oferecida à EFTA pela associação de estudantes;
7. Impulsionar novas parcerias com instituições, hotéis, restaurantes, empresas entre outras;
8. Criar futuras colaborações com outras Associações de estudantes;
9.Constituir fundos para os formandos mais carenciados;
10. Angariar sócios EFTA, a quem serão facultados descontos em todos os produtos EFTA e em todos e quaisquer locais que possam estabelecer parcerias com a nossa Associação de Estudantes;*


* Já iniciamos a preparação do clube de sócios da associação, tento já realizado algumas parcerias, para beneficiar de forma significativa os nossos futuros associados.


A Associação de Estudantes também está atenta ao futuro dos alunos e não é isenta ao reconhecimento de mérito aos melhores alunos da escola, por isso, nomeadamente com entidades de referência nacional e internacional como, o Hotel Ritz Four Season Lisboa, Hotel Quinta das Lágrimas, Restaurante Terreiro do Paço, Restaurantes do Casino de Lisboa, Restaurante Eleven, a cadeia hoteleira Olissippo Hotels, entre outros.


Realizamos no dia 20 de Maio de 2011, no Auditório da Junta de Freguesia de Santa Joana em Aveiro, um seminário subordinado ao tema "A crise um bem supérfluo",sendo os oradores o Dr. Henrique Granadeiro, Chairman PT, Dr. Carlos Magno, Analista politico e Professor do Instituto de Estudos Superiores Financeiros e Fiscais, Dr. Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal, Dr. Pedro Castro Pereira, Director do Centro de Empresas da Região Centro - Barclays Bank PLC, sendo a Moderadora a Professora Ana Mateus, Professora, Coordenadora dos Cursos Profissionais da EFTA e Orientadora Educativa de Turma.


O ano transacto ficou marcado pela enorme burocracia e trabalho "inicial" a que fomos sujeitos, pela criação a partir do zero de uma Associação de Estudantes, nomeadamente pela legalização da referida associação, mas bem como por todo o processo de construção da mesma, nomeadamente com a aquisição de todo o material corpóreo que ainda não dispúnhamos, da elaboração do nosso logótipo, da leitura e interpretação da legislação, da elaboração de uma orgânica para implementação e sobretudo por factores externos a nós impostos.


No entanto, e após um caminho com inúmeros obstáculos que fomos sempre capazes de superar, olhamos para este ano que se avizinha, ainda com mais motivação e empenho, para da melhor forma possível, implementarmos o nosso plano de actividades.


Assim que finalizarmos o nosso plano anual de actividades, iremos apresenta-lo a todos os interessados, e iremos acrescenta-lo neste documento

A associação de estudantes da EFTA, quer marcar a diferença, quer fazer um trajecto consistente, heterogéneo e abordar os mais variados temas, passando, claramente pelas temáticas do turismo, mas também pela economia, saúde, ou profissão.

Enquanto alunos e futuros profissionais não queremos fechar-nos na nossa própria casa, achamos que temos condições e a ambição necessária para evoluirmos nesse sentido, achamos que se queremos inovar temos de massificar essa mesma vontade. Queremos clarificar que somos totalmente autónomos e ainda bem que assim o é, porém não esquecemos que integramos uma instituição e, por isso, temos uma excelente relação com a Direcção e Coordenação da EFTA, que sempre nos apoiaram e com os quais temos muito orgulho de cooperar.

É um pouco da nossa história, que pretendemos cada vez mais enriquecer, isto porque, não queremos ser uma simples Associação de Estudantes, queremos sim, concluir um projecto iniciado em 2010, onde não aceitamos problemas, mas sim desafios.

EM DESTAQUE +